domingo, 15 de dezembro de 2013

Bidu, um corredor de muitos fôlegos


Luiz Augusto de Barros (foto), o Bidu, é um cara importante. Mas nem parece, de boné, camiseta regata, óculos, calções curtos de corredor. 

E olha que é difícil acompanhá-lo nas rodadas da pista da barragem, onde ele chegou correndo do bairro de Lourdes, onde mora, deu lá suas voltas de bate papo com amigos e disparou de volta para casa num pique de fazer inveja aos mais jovens que o acompanhavam. 

Ele é diretor de obras da Codemig – Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, já foi diretor da Construtora Andrade Gutierrez, viveu anos no exterior, dirigindo a empresa, na África e Europa, especialmente Portugal, onde se esbaldou em bacalhoadas fantásticas, e onde serviu por cinco anos.

Bidu tem sete filhos, é casado com Ana Maria e agora resolveu acompanhar de perto os filhos e netos, que ele quer ver crescerem sob os olhos do avô. 

Luiz Augusto de Barros considera muito boa a solução de cercar o Parque da Barragem Santa Lúcia, é uma ninharia para quem investiu milhões para desassorear a lagoa. Lembrou que a Codemig gerencia os parques herdados da Hidrominas nas estâncias hidrominerais como Caxambu, São Lourenço, Lambari, Araxá e Poços de Caldas. 

E todos são cercados, seguros, bem cuidados, muito frequentados, um exemplo que deveria ser seguido no Parque da Barragem, até mesmo para desenvolver o turismo na região.

O cirurgião Valdir Costa Galvão e os engenheiros Ubiratan Soares de Sá e Luiz Augusto de Barros

2 comentários:

  1. Conheci Luiz Augusto no final dos anos oitenta, antes dele se mudar para Lisboa, pois era amigo de seu filho e de seu enteado. Costumava frequentar sua casa e o admirava pelo seu perfil trabalhador, mas que nunca deixou o esporte de lado. Naquela época ele praticava Tênis assiduamente.
    Parabéns ao Luiz Augusto por manter o equilíbrio entre a saúde e o trabalho, desafio árduo do nosso dia a dia.

    Abraços,

    Michel Valias Vargas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Michel! Este Bidu não é fácil não! Se somar todos os kilometros percorridos por ele, certamente já deu umas 3 voltas no globo! Parabéns! Um exemplo a ser seguido!

      Abs,

      Luiz Felipe Barros

      Excluir