quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Gasbarro, o cirurgião oferece beleza e segurança no procedimento


Leonardo de Paula Gasbarro (foto) é cirurgião plástico e tem uma clínica com o seu nome na elegante Avenida Bandeirantes. Ali, cuida de embelezar mulheres e homens, dos 22 aos 80 anos, como ele mesmo brinca.

Lipoaspiração e prótese de mamas são as cirurgias preferidas da clientela, formada principalmente por mulheres na faixa dos 40 anos. 

Mas o médico diz que não há idade para a cirurgia plástica. E conta que, há algum tempo, operou uma mulher de 83 anos, que tinha uma prótese nas mamas havia 30 e fez questão de colocar uma nova.

Formado em 2001, Leonardo fez residência em Medicina Reparadora, mas atualmente só trabalha com estética. Segundo ele, apesar da satisfação pessoal e profissional que a cirurgia reparadora traz, a remuneração é baixa, e o médico acaba por optar pela estética. Esta, sim, uma área que avançou demais e que não para de crescer.

Para o médico, o importante, no momento de se decidir por uma cirurgia plástica, é escolher um profissional que pertença à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, para evitar problemas como os que se vê na mídia. 

Ele mesmo diz que sempre teve sucesso em seus procedimentos. “Como são cirurgias programadas, o médico tem o máximo de segurança, estuda todas as condições do paciente antes de operar”, explica.

O botox e o preenchimento são outros campeões de procura na clínica – o médico opera também nos hospitais Mater Dei, Biocor e Life Center. “Eles protelam a cirurgia plástica”, diz.

Morador do Santo Antônio, Leonardo é habitué do Parque, onde faz suas caminhadas quase que diariamente, atividade para a qual sempre consegue arrumar um tempo. (post Tetê Rios)

terça-feira, 30 de setembro de 2014

O Pelé do Piano disputa público com sertanejos


Nem só de música sertaneja vive o sul de Minas. As cidades de São Thomé das Letras e Três Corações receberam neste final de semana o renomado pianista e concertista de reconhecimento internacional Arthur Moreira Lima.

O artista empolgou as quase mil pessoas que lotaram a praça Odilon Resende, no centro da Três Corações, para ouvir Arthur Moreira Lima, já chamado pela revista “La Suisse” de “O Pelé do Piano”

O pianista disputou o interesse do pessoal que também lotava os bares na praça, invariavelmente tocando sucessos de duplas sertanejas.

A apresentação faz parte do projeto “Um Piano pela Estrada”, há 11 anos em road show pelo Brasil, com 505 apresentações, um milhão de espectadores, 300 mil quilômetros rodados e uma enorme satisfação para Arthur, que se diz renovado a cada apresentação e ainda brinca com o público ao elogiar a plateia como a mais entusiasmada que já teve.

O pianista tem uma estrutura de dois caminhões, um deles o palco com o piano e camarim, e uma SUV Volvo que o transporta. O projeto é patrocinado pela Petrobras, Correios e Caixa Federal.


A tourné prossegue para Baependi, dia 10 de outubro, São Lourenço, 11/10, Maria da Fé, 12/10, Cunha (SP) 16/10, e termina, este ano, em Paraty (RJ), na data de 15 de outubro. Saiba mais sobre Arthur Moreira Lima em seu site    http://www.arthurmoreiralima.com.br/site/  



O Caminhão Teatro de Arthur Moreira Lima é um achado. Adaptado a um caminhão Scania 2001, tem 45 metros quadrados de área de palco, com 7,80 metro de boca e 5,80 de profundidade. 

O camarim do artista tem 7,8 metros quadrados, 3m X 2,60m, com WC e lavabo. O equipamento pode ser montado em apenas duas horas, inclusive o piano de cauda Stenway & Sons, também afinado na hora em poucos minutos.

Os equipamentos de som e luz viajam em outro caminhão e são montados ao lado do palco, num esquema um pouco mais sofisticado do que um trio elétrico. Acabou o concerto, a desmontagem é feita rapidamente, em uma hora.



segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O político vai para as ruas e faz uma Blitz Animal


Candidato à reeleição, o deputado Fred Costa (foto) passou a manhã de domingo no Parque da Barragem, um de seus maiores redutos eleitorais, panfletando e conversando com os eleitores.
O político estava acompanhado da mãe, dona Neusa Costa, e se integrou à Blitz Animal, para salvar cães e gatos abandonados e tentar encontrar um lar para os bichinhos.
A Blitz Animal integra o Projeto Animais de Rua, coordenado por Giovana Fraga, que realiza um trabalho voluntário de acolhimento e busca por adoção de cães e gatos abandonados e maltratados.
 
O deputado Fred Costa levou sua mãe Neusa para a campanha pela sua reeleição
 
 
O TRABALHO DE UMA VIDA
 

Educadora ambiental, Giovana Fraga (na foto, com a advogada e voluntária Alice Garcia) é uma idealista.
 
Tanto que se mudou da casa onde morava, no Bairro do Prado, em Belo Horizonte, para um sítio em Esmeraldas, na Região Metropolitana de BH, somente para abrigar cães e gatos que foi acolhendo ao longo de 18 anos.
 
Hoje, ela mantém em sua casa 126 animais, todos recolhidos das ruas, abandonados pelos donos ou vítimas de maus tratos.
 
Para conseguir sustentá-los, Giovanna criou o Projeto Animais de Rua, e foi angariando simpatizantes que colaboram com doações para a compra de ração, remédios, cobertores e produtos de limpeza.
 
Tudo é feito na base do voluntariado. Atualmente, ela já não está acolhendo mais animais por absoluta falta de espaço, mas atua firme para conseguir com que os bichinhos sejam adotados.
 
No domingo, Giovanna coordenou a Blitz Animal no Parque da Barragem. Foi a primeira vez que sua turma de voluntários visitou a região.
 
A cada domingo, o grupo visita uma praça ou parque da capital e de cidades vizinhas, divulgando o projeto e engrossando a turma de voluntários. 
 
ALICE NAS DEMANDAS DE CONSUMO




Uma das voluntárias do Projeto Animais de Rua é a advogada Alice Garcia.
 
Profissional autônoma, ela atua na área cível e, nos momentos de folga, fica por conta de paparicar seu akira Floyde, seu companheirão há 12 anos.
 
Os fins de semana, porém, são dedicados a procurar um lar para animais abandonados e maltratados, tarefa que cumpre com prazer.
 
Já resgatou vários animais e arrumou novos donos para eles, o que lhe dá muita satisfação. Foi salvando animaizinhos assim que conheceu Giovanna, de quem se tornou amiga e depois, uma voluntária do projeto.
 
No escritório, Alice conta que as maiores demandas da atualidade estão na área de consumo, especialmente com reclamações contra operadoras de telefonia e grandes lojas de eletrodomésticos.
 
Outra área que vem crescendo muito no Direito Cível, segundo a advogada, é a de família e sucessões, com grande número de espólios que, muitas vezes, geram demorados e quase intermináveis processos judiciais.
 


Assine a petição para salvar as abelhas. E a nossa vida



Silenciosamente, bilhões de abelhas estão sendo dizimadas, pondo em risco nossa produção de alimentos. 

Abelhas não apenas fazem mel – elas são uma força de trabalho imensa, polinizando 75% das plantas que cultivamos. Mas em poucos dias os EUA podem dar um passo em direção à proibição dos pesticidas tóxicos responsáveis pela mortandade. 

Nós sabemos que podemos conseguir a proibição – depois de uma mega-campanha da Avaaz no ano passado, a União Europeia baniu essa mesma categoria de venenos, considerada por diversos cientistas como a responsável pela morte em massa das abelhas.
 
Nesse exato momento fábricas de componentes químicos estão fazendo forte lobby junto às autoridades norte-americanas para impedir uma mudança.  

Mas informantes da Avaaz dizem que uma pressão pública massiva poderia ser o fiel da balança a nosso favor. Vamos fazer pressão! Um banimento feito pelos EUA pode deflagrar um "efeito dominó" no resto do mundo. 

 Assine a petição imediatamente– vamos fazer um zunido global pedindo que os EUA proíbam esses químicos assassinos, antes que as abelhas sejam extintas.
 

domingo, 28 de setembro de 2014

Marcelo e Inajá, o casal conduz seus cães visando o respeito ao próximo



Marcelo Guimarães e Inajá Meira (foto), ele funcionário público, ela lojista, são exemplo de pessoas conscientes no trato com seus cães quando os levam a passear no Parque da Barragem. 

Shitara e Brahma, uma dálmata e outra border collie, vivas, jovens, bem tratadas, saem à rua com seus donos sempre com coleiras e nas guias. 

Marcelo é funcionário do Tribunal Regional do Trabalho e sua mulher Inajá Meira tem uma loja na Vila Paris, em sua casa mesmo, a Inajá Roupas Acessórios com as novas tendências para o vestuário feminino. Ela pode ser encontrada no Facebook e Instagran. Vale a Pena. 

Marcelo concorda com o veterinário José Lasmar a respeito do crescimento exponencial do número de cães e gatos nas grandes cidades brasileiras e sobre as regras necessárias para uma boa convivência com as pessoas. 

Ele sugere o uso constante de coleiras e guias para todos os cães, limpeza do cocô dos animais, campanhas constantes de esclarecimento e locais especiais destinados ao passeio dos animais domésticos. 

Sua cadela dálmata Shitara teve o rabo amputado porque, muita excitada, ela se machucava de tanto abanar o rabo, bater nas coisas, ao ponto de o veterinário aconselhar a operação.
 
A dálmata Shitara teve o rabo amputado porque o abanava demais e se machucava constantemente
Esta frequentadora, além de manter os cães nas guias, também colocou focinheira em um deles.
 

sábado, 27 de setembro de 2014

Lasmar alerta para a crise de convivência com animais em locais públicos



O aumento exponencial de animais domésticos, cães e gatos, já está provocando uma crise de convivência em locais públicos, seja pelo descuido e falta de educação dos donos em não recolher o cocô dos animais, seja pela falta de guias e coleiras na condução de cães e até mesmo na falta de respeito para com aqueles que não gostam dos pets.


O Parque da Barragem recebeu nesta sexta-feira a visita de um especialista, o empresário e médico veterinário José Geraldo Lasmar (foto) , proprietário da Clínica Veterinária Gutierrez http://www.veterinariagutierrez.com.br/home.html e do Bom Garoto Pet Shop http://bomgarotopetshop.com.br/



José Lasmar lembrou que nos Estados Unidos já existem 70 milhões de cães e 90 milhões de gatos. O Brasil ainda está longe desta marca mas corre célere, com um crescimento enorme do número de animais domésticos. 

O veterinário faz campanhas pela posse responsável, com vacinação e castração, e lidera campanhas para melhorar a convivência entre cães e seres humanos.



Pelo menos uma vez por semana a Bom Garoto Pet Shop distribui luvas para donos de cães recolherem o cocô de seus animais, as luvas “cata caca”. Esta campanha se dá principalmente no Parque Rosinha Cadar, no bairro Santo Agostinho.




A frequentadora Paula Esteves (foto), dona de um cão golden retriever, ficou encantada ao ver outro golden, de José Lasmar, entrar na água e nadar quase até o meio da lagoa. Lembre-se de que esta raça foi desenvolvida na Inglaterra para caçar aves aquáticas e selvagens.


Ela soltou seu animal para brincar com os outros três do veterinário, Nietzsche, Bill e Jojô, já bem velhinhos mas ainda espertos quando na liberdade de um parque.



 José Lasmar lembrou que os animais precisam de exercícios, de muita atividade física, e a natação é recomendada, por exemplo, para os golden retrievers, que adoram água.


Motivo pelo qual sua loja Bom Garoto Pet Shop promove uma vez por mês, na lagoa dos Ingleses, um “golden-morning” para cães retrievers, com direito a natação, uma bela ração e um café da manhã reforçado para seus proprietários.