sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Liza Prado sugere jardins sensoriais para parques públicos

O arquiteto Gustavo Penna vai levar em consideração em seu projeto para o Novo Parque da Barragem Santa Lúcia as sugestões da deputada Liza Prado (foto), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da AL.

É de sua autoria o projeto que dispõe sobre a criação e implantação de jardins sensoriais, mapas e paredes táteis e brinquedos acessíveis a pessoas com deficiência em parques e praças públicas.

Além disso, os novos sanitários serão adaptados para cadeirantes e todos os acessos construídos de forma a permitir o livre trânsito e conforto das pessoas com deficiência.


Belo Horizonte possui 152.788 pessoas com algum tipo de deficiência motora, 6,4 por cento da população, que precisam de atenção especial do poder público, e a Associação de Amigos do Parque da Barragem Santa Lúcia já levou as sugestões da deputada Liza Prado ao arquiteto Gustavo Penna.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Manoel, bancário e fazendeiro, o homem de Espera Feliz




Manoel José Amaral de Souza (fotos) é homem de opiniões firmes, disciplina férrea e determinação a toda prova.

Aos 74 anos, este mineiro nascido em Espera Feliz só foi usar seu primeiro par de sapatos aos 14 anos, quando matriculado na escola na cidade de Carangola.

Adulto, já no Rio de Janeiro, depois de uma passagem pelo Banco Nacional, enfrentou duríssimo concurso para o BEG – Banco do Estado da Guanabara – depois BANERJ, onde se aposentou com distinção.

Detestou ficar aposentado, comprou terras em Espera Feliz e virou o agricultor do ano de 2001 com uma belíssima plantação de café. Mas se desiludiu com os empregados, passou as terras nos cobres e veio para Belo Horizonte com a mulher, Ana Maria das Graças Santarossa de Souza.


E seus bons momentos agora, pelo menos todas as manhãs, ele passa no Parque da Barragem, caminhando a fazendo palavras cruzadas para estimular a mente.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

A fazendeira fala alemão, tem contatos imediatos, compõe e vai gravar CD


Fazendeira, nascida e criada em Montes Claros, a empresária Zilda Heep (foto) faz parte da primeira turma da Fafich a se formar em Língua Germânica no curso de Letras da UFMG. 

Correu o mundo, até encontrar, justamente na Alemanha, o seu príncipe encantado, o alemão Hans Heep, com quem é casada há 40 anos.

A história dos dois dá um livro. Ela o viu em Berlim, mas só foi conhecê-lo tempos depois, quando ele se mudou para Belo Horizonte, onde se aposentou como diretor presidente da poderosa Ferteco, depois encampada pela Vale.

Mãe de três filhas e avó de cinco netas, Zilda é multimídia: compõe e canta, anima qualquer ambiente onde chega, e está se preparando para lançar o seu primeiro CD, junto do instrumentista Marcus Viana, com composições próprias, canções em português e alemão. 

Durante muitos anos foi professora de alemão, mas agora só quer saber de curtir a fazenda no Norte de Minas, a sua casa, sempre cheia, no Vila Del Rei, a família e o violão. 

Ah, mas tem outra atividade, da qual não abre mão: ela também é ufóloga, e tem experiências incríveis de contatos imediatos de primeiro, segundo terceiro e quarto graus, como gosta de contar, com uma gargalhada contagiante, uma marca desta mineira que está sempre sorrindo para a vida. (post Tetê Rios)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Passadas as eleições, parque tem árvore mutilada

Passadas as eleições, o Parque da Barragem Santa Lúcia voltou a normal, apesar da manhã sem sol, nublada e com poucos frequentadores.

Os caminhões de aluguel de frete e ônibus escolares voltaram a ficar estacionados por ali, no entorno, a jusante da barragem.

O administrador Eduardo Toletino (foto), um tremendo observador das plantas e acontecimentos no parque, verificou que neste final de semana algum vândalo cortou a casca de uma árvore, ao redor do tronco, o que impede a alimentação da copa da planta(foto). Ela provavelmente vai morrer.

No mais, o assunto era mesmo o resultado das eleições. Todos desolados pelo derrota de Aécio Neves. Mas confiantes de que “ficar pior do que está” vai ser difícil.






domingo, 26 de outubro de 2014

Vote hoje, vote na democracia


Hoje, 26 de outubro, é o dia do voto, o voto na democracia, o voto dos que defendem a liberdade de imprensa, daqueles que acreditam na vida, e o respeito ao próximo.

Vote com consciência.

Vote no Brasil, como estes caminhantes, frequentadores do Parque da Barragem Santa Lúcia

Marta Ribeiro

Hugo Mari

Ubiratan Soares Sá e o neto Matheus

Os atleticanos Mauro Reis, Milson Sebastião de Souza Mundim e Moreno Neto


Nonô, o garçon da Oktoberfest de BH


Roberto Americano Freitas (foto), sou simplesmente o Nonô, é um dos garçons mais requisitados de BH. Na profissão há 35 anos, começou na famosa Cantina do Ângelo, depois foi para o Terraço do Ângelo e no Bar do Salomão, na Serra, que também marcou época na capital.

Morou durante 18 anos em Prado, na Bahia, para onde foi com dona Loló, que transferiu seu restaurante Varanda de Minas, do Retiro do Chalé e do Retiro das Pedras, para aquela cidade no litoral da Bahia que os mineiros adoram.

De volta, tornou-se um combativo membro da Associação dos Garçons de Minas Gerais, entidade que luta pela profissionalização da carreira daqueles que são indispensáveis em qualquer festa, bar ou restaurante, dos mais simples aos mais humildes.

Atualmente, Nonô empresta sua simpatia e eficiência ao alemão Neckartal, ali no Santo Antônio, que abre de quinta a domingo. Nos outros dias, é requisitado para inúmeros eventos, como o último Minas Trend Prewiew.

No próximo sábado, ele estará a postos na Oktoberfest, que o Neckartal realiza todos os anos, desta vez no sábado, 1 de novembro, em festa animada que começa às 9h e se prolonga até o fim da noite. 

Tempo para saborear delícias da mais autêntica culinária germânica, como salsichão cm salada de batata e chucrute, joelho de porco e kassler, a bisteca suína, tudo de dar água na boca, servidos em barraquinhas no passeio do restaurante. (post Tetê Rios)

sábado, 25 de outubro de 2014

Budista fala sobre raiva e ansiedade

O monge budista Gen Kelsang Togden (foto) faz palestra dia 5 de novembro, quarta-feira, às 20 horas, no CREA-MG, avenida Alvares Cabral, 1600, para ensinar, com uma abordagem prática e moderna, como utilizar ensinamentos para resolver problemas com a raiva e a ansiedade, a fim de conseguir uma mente calma e pacífica.

Ele vai falar sobre os mistérios da nossa mente do ponto de vista budista, e mais importante, como usar a mente para conquistar estados mentais mais virtuosos e tranquilos no nosso cotidiano.

Gen Kelsang Togden é um monge budista kadampa ocidental. Ordenado em 1995, estuda e pratica a meditação e filosofia Kadampa por mais de 20 anos sob a orientação do Venerável Geshe Kelsang Gyatso (Geshe La).

“Com humor, claridade e profundidade, Gen Togden faz com que os ensinamentos sejam acessíveis a todos. Ele oferece um exemplo amoroso e inspirador de como integrar os ensinamentos de Buda na nossa vida moderna para encontrar paz interior, resolver nossos problemas e criar mais harmonia no mundo.”

A inscrição custa R$15,00 e deve ser feia no site  http://www.meditarbh.org.br/