terça-feira, 7 de janeiro de 2014

E o cão se foi, de rabo entre as pernas


Alívio.
Bonança.
Esperança.

Estas as palavras que representam os sentimentos dos frequentadores do Parque da Barragem Santa Lúcia, depois da manhã de cão que vivemos ontem com assaltos, agressões físicas e aquela sensação de impotência e fragilidade frente a um oponente mais forte.

Alívio porque o parque amanheceu com Sol e muitos, muitos policiais militares circulando, tomando as rotas de fuga dos adolescentes marginais, exercendo a função digna que a sociedade lhes outorga de vigilância e prevenção.

A segunda sensação é a bonança. Cito Ruy Barbosa: “A liberdade não é um luxo dos tempos de bonança; é, sobretudo, o maior elemento de estabilidade das instituições.”

Pois liberdade foi o que sentimos hoje. A condição primeira do ser humano, a liberdade de ir e vir; de caminhar na pista da barragem, num exercício tão necessário para nós idosos como o ato de respirar, ou de sorrir. Pois hoje, voltamos a sorrir.

Estamos até este momento da postagem há 29 horas sem assaltos e agressões na pista do lago.

A esperança, leitores, leitoras do Blog, é que possamos continuar em paz. Que o dia 7 de janeiro do ano da graça do Senhor seja o marco histórico que a Policia Militar de Minas Gerais decidiu dar um basta, mostrar sua força e promover a estabilidade social.


5 comentários:

  1. Antonio Carlos da Silveira7 de janeiro de 2014 17:37

    Vamos ver por quanto tempo a policia ficará na área. Eu dou uns 15 dias, depois, bem, depois o bicho volta a pegar.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Eustáquio,é um resultado expressivo desta sua luta.Nanahoski

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo seu empenho e conquista.
    Gratos,
    Rosana e Gerardus

    ResponderExcluir
  4. Oi pessoal. Esta foi uma ação integrada. Todos nós, frequentadores, atuamos com coragem e determinação. Também espero que a PM fique por aqui um bom tempo. Ou consiga fazer com que a juíza Valéria Silva Rodrigues mantenha os adolescentes na Casa de Detenção de Menores em condições de ressocialização.

    ResponderExcluir
  5. Daqui a pouco aparece um PTralha desocupado e vai reclamar dos excessos da PM que não deixa os adolescentes praticarem sua liberdade de assaltar e agredir pessoas inocentes...

    ResponderExcluir