segunda-feira, 23 de setembro de 2013

A Barragem Peripatética

As caminhadas em pequenos grupos de três ou quatro pessoas na pista da Barragem estão se transformando em novos conceitos de escolas peripatéticas. As conversas, em que pese o fato de ser mesmo mais troca de informações do que ensinamento empírico, possibilitam a que amigos façam exercícios com prazer e temperança. A Escola peripatética foi um círculo filosófico da Grécia Antiga que basicamente seguia os ensinamentos de Aristóteles, o fundador. Criada em 336 a.C., quando Aristóteles abriu a primeira escola filosófica no Liceu em Atenas, durou até o século IV. "Peripatético" (em grego, περιπατητικός), é a palavra grega para 'ambulante' ou 'itinerante'. Peripatéticos (ou 'os que passeiam') eram discípulos de Aristóteles, em razão do hábito do filósofo de ensinar ao ar livre, caminhando enquanto lia e dava preleções, por sob os portais cobertos do Liceu, conhecidos como perípatoi, ou sob as árvores que o cercavam.
Aristóteles. Mármore do Pentélico. Cópia romana do período imperial (século I ou II) de um bronze perdido, realizado por LísipoMuseu do Louvre

2 comentários:

  1. Olha só! Caminhando e aprendendo.

    ResponderExcluir
  2. Olha só! Caminhando e aprendendo.

    ResponderExcluir