sábado, 2 de novembro de 2013

A Casa de Pelé, atração fora dos campos

( de Três Corações para o Blog do Parque )  Rua Edson Arantes do Nascimento, nº 1000 (foto acima) Este o endereço mais famoso da cidade de Três Corações, no sul de Minas, a 300 quilômetros de Belo Horizonte. 

Nesta casa, a 23 de outubro de 1940, nasceu aquele que viria a ser o “atleta do século”, o “Rei Pelé”, o maior jogador de futebol de todos os tempos, aquele que marcou mais de 1000 gols, aquele que ainda hoje é reverenciado com a majestade que merece.

A casa onde nasceu Pelé foi totalmente reconstruída, recebeu os poucos móveis iguais aos da época, mas as jabuticabeiras do quintal são as mesmas que acolheram em seus galhos o Rei/menino com seus frutos doces da variedade “imperador”.

A verdadeira casa onde nasceu Pelé foi abandonada com a mudança para São Paulo, ocupada por outra família que a legitimou pelo “uso capião” e que , em 2010, por acordo, foi vendida para a prefeitura de Três Corações pela quantia de R$95 mil.

A velha casa, já descaracterizada, foi demolida e se construiu uma nova casinha, exatamente como Pelé, Dondinho, seu pai, e Celeste, sua mãe,  se lembravam dela. Cerca de 80 metros quadrados, com uma sala, quatro minúsculos quartos e uma cozinha. O banheiro era do lado de fora, no quintal, ao lado das jabuticabeiras.

A casa hoje é a principal atração turística da cidade de Três Corações, município de tradição cafeeira, de 70 mil habitantes e cortada pelo vigoroso rio Verde.

As fotos abaixo mostram
os espaços onde o rei do futebol atuou pela primeira vez.
Vista do quintal para os fundos da casa, com os pés de jabuticabas e a estátua de dona Celeste, no lugar onde se sentava para costurar e descansar.
Sala, rádio, dois quartos, vê-se o berço de Pelé. O trabalho de envelhecimento da casa e móveis foi feito por especialistas da Rede Globo de Televisão.
Vista lateral da casa onde nasceu Pelé. Vê-se um mural na parede representando a família, Dondinho, Celeste e Pelé.
Cozinha, diminuta, fogão de lenha. Debaixo da mesa, a "bola", o torrador de café ainda usado em fazendas da região.
O quarto dos pais de Pelé, janela com vista para a rua, crucifixo, bacia e ferro de passar roupa esquentado por carvão
Sala com mesa e bancos sem encosto, Observe o teto sem forro e o chão de madeira envelhecida
A estátua de dona Celeste a mostra grávida de Pelé e sentada debaixo da jabuticabeira. Ao fundo, o banheiro.

2 comentários:

  1. As melhores fotos, que eu vi até agora, da Casa Pelé!

    ResponderExcluir
  2. Carlos Henrique Azevedo2 de novembro de 2013 19:18

    Mas que casinha tão bem cuidada! Tô fazendo uma boquinha naquelas jabuticabas.

    ResponderExcluir